Heráldica

Heráldica

Símbolos Heráldicos da Freguesia Vialonga

Remonta ao ano de 1984 a criação do primeiro brasão e bandeira para a freguesia de Vialonga. Nessa época, apesar das regras gerais da ciência e arte heráldicas, a legislação então em vigor não permitia que as freguesias pudessem aprovar e usar simbologia heráldica própria. Apesar disso, muitas freguesias acabaram criar um brasão e bandeira que as identificasse, que em boa parte dos casos não respeitava as regras da heráldica, como foi o caso de Vialonga. Este primeiro brasão e bandeira vigorou entre 1986 e 1996.

Será no início de 1995, em virtude do brasão e da bandeira não se encontrarem em conformidade com a Lei e com as regras gerais da ciência e arte heráldicas, que a Junta de Freguesia irá iniciar o processo de legalização dos seus símbolos, que alterará significativamente o brasão que vinha usando desde 1986, e que conclui em 1997.

Em 2019, a Junta de Freguesia é alertada para o facto de o brasão apresentar um erro na disposição de duas das suas figuras, levando a que, atendendo ao erro, proceda à correção do mesmo de forma a que este correspondesse com a ordenação heráldica aprovada em 1996, tendo-se aproveitado a ocasião para melhorar a respetiva imagem.

 

Ordenação heráldica do brasão, bandeira e selo da Freguesia de Vialonga

Brasão: escudo de prata, árvore de verde, troncada e arrancada de negro; em chefe, à dextra uma espiga de milho, de vermelho, desfolhada de verde e, à sinistra, uma roda dentada de azul. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: “VIALONGA”.

Bandeira: esquartelada de azul e branco. Cordão e borlas de prata e azul. Haste e lança de ouro.

Selo: nos termos da Lei, com a legenda: “Junta de Freguesia de Vialonga – Vila Franca de Xira”.

Parecer emitido pela Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses a 15 de Março de 1996, nos termos da Lei n.º 53/91 de 7 de Agosto.

Símbolos heráldicos estabelecidos, sob proposta da Junta de Freguesia, em sessão da Assembleia de Freguesia de 30 de Abril de 1996.

Ordenação heráldica publicada no Diário da República, III.ª Série, N.º 121, de 24 de Maio de 1996.

Registados na Direcção-Geral da Administração Autárquica com o n.º 66, de 7 de Abril de 1997.

 

Justificação das cores e símbolos

Escudo de prata.
Em heráldica a prata significa brancura, castidade, eloquência, esperança, felicidade, firmeza, formosura, franqueza, inocência, limpeza, obediência, pureza, riqueza, veneração, verdade e vigilância.

Árvore de verde, troncada e arrancada de negro.
Representada no seu primeiro brasão, simboliza a vegetação, bem como pelas muitas e frondosas árvores.

Em chefe, à dextra, uma espiga de milho, de vermelho, desfolhada de verde.
Simboliza a agricultura, através de uma das suas produções agrícolas.

À sinistra, uma roda dentada de azul.
Simboliza as indústrias e o trabalho mecânico.

Coroa mural de prata de quatro torres.
Conforme está estabelecido na Lei para as freguesias com sede em vila. A povoação de Vialonga foi elevada a vila pela Lei n.º 47/85, de 24 de Setembro de 1985.

Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: “VIALONGA”.
Colocado sob o escudo, no listel está inscrita a legenda com designação oficial da freguesia.

Bandeira esquartelada de azul e branco.
Conforme está estabelecido para as vilas e freguesias.
A sua primeira bandeira já era esquartelada destes dois esmaltes, característica que a Junta procurou manter quando legalizou os seus símbolos, por serem as cores habitualmente associadas à freguesia.
Em heráldica o azul significa beleza, caridade, confiança, doçura, elogio, gentileza, graça, integridade, justiça, lealdade, nobreza, perseverança, recreação e zelo.
Ao ser esquartelada poderá deixar de figurar nela o respectivo brasão.

 

Por norma, sempre que se alteram símbolos heráldicos que não se encontram em conformidade com Lei e com as regras gerais da ciência e arte heráldicas tenta-se, sempre que possível, respeitar a emblemática que já vinha sendo usada, e foi isso que, aquando da sua legalização, foi feito ao aproveitar-se unicamente a árvore do brasão então em uso.

Vialonga é, ainda, uma freguesia felizmente bastante arborizada e à data ainda era mais, como tal, era justificável a inclusão de uma árvore no seu brasão, sendo predominantes os pinheiros (nas Matas do Paraíso e do Espargal), e as oliveiras, que faziam da freguesia em 1891 a segunda no concelho que maior área cultivada detinha (incluindo a área desanexada em 1985 para a criação da freguesia do Forte da Casa).

No que respeita à agricultura, tão importante até ao século XX pela riqueza da sua várzea que fazia de Vialonga uma das terras que abasteciam a capital, optou por escolher a espiga de milho, presente no brasão da Casa do Povo, para lembrar esse passado. Na produção agrícola predominava em particular o cultivo do trigo, mas também do milho (em menor quantidade), a olivicultura e os legumes, sendo muito apreciadas as suas cebolas, além da actividade agropecuária em que se destacava a criação de gado lanígero.

Por último, optou por escolher uma roda dentada como símbolo da fixação de indústrias. A este respeito, ao contrário das freguesias do eixo ribeirinho, Vialonga foi no concelho, talvez, aquela em que a indústria chegou mais tarde e em que esta teve menor implantação e relevância à época, destacando-se de entre todas a fábrica da Central de Cervejas. A escolha da roda dentada poderá, também, ter ocorrido de forma a poder existir no escudo um símbolo que, ao ser de azul, pudesse dar a cor à bandeira, na falta de outro.

Os actuais símbolos heráldicos foram aprovados para a freguesia de Vialonga e não para a Vila de Vialonga, no entanto, a Lei prevê e permite a criação de símbolos próprios para a mesma.

Eduardo Lourenço Brito

Vialonga

Junta de Freguesia de Vialonga

Rua Prof. Egas Moniz, 76
2625-655 Vialonga

Tel: 219 520 967
(chamada para a rede fixa nacional)

Fax: 219 523 341

Email: geral@jf-vialonga.pt

X
Preferencias das Cookies
Usamos Cookies para lhe garantir a melhor experiência no nosso website. Se rejeitar o uso das cookies, o website poderá não funcionar como esperado.
Aceitar todas
Rejeitar todas
Política de Privacidade
Dados analíticos
Registo de dados estatísticos de acesso ao site
Dados estatísticos de acesso ao site
Aceitar
Rejeitar